À medida que o Natal se aproxima, aqui estou novamente sem lar; como nos bons e velhos tempos.

De fato, na noite de 4 a 5 de dezembro, um incêndio começou no último andar do prédio onde eu estava hospedado. Eu estava no andar térreo e não sofri nenhum dano físico ou material. Esta boa notícia vem com o fato de que, portanto, tendo sofrido nenhum desastre, eu tenho que lutar para encontrar uma casa em 2 dias. Viva os seguros!

Como era um apartamento mobiliado no qual eu não deveria ficar muito tempo, não encontrei uma acomodação semelhante em Vannes e então fui para meus familiares para as celebrações do final do ano.

Eu ainda estou tentando entender os sinais por trás desses eventos … Eu errei sobre o destino? O modus operandi? Para meditar …

No entanto, estou feliz por ter descoberto e praticado o “Movimento Natural” (https://www.movnat.com/) em uma sala em Vannes (The Spot). Eu já tinha falado sobre o Movimento em meus artigos, mas esse #movnat que eu não sabia que existia realmente me agradou. A ideia é basicamente tornar-se funcional para ser útil e não, é claro, apenas para ter um corpo “bonito”. Isso é reaprender a mover, correr, pular, escalar, gatinhar, nadar, carregar, etc. Em suma, um monte de características “selvagens” (do latim silvaticus (“da floresta, florestal”)), que infelizmente perdemos o uso em nossa sociedade “civilizada”. Talvez eu fui para Vannes apenas para descobrir isso; é essa suposição que na maioria das vezes volta para mim.

Sem transição: No final de novembro veio um livro, “Carnets de Wwoofing”, de Jean-Jacques Fasquel, no qual você pode encontrar uma foto que tirei durante o meu primeiro Wwoofing no Champ du Ver luisant (Campo do Verme Brilhante) onde vemos Carole e um dos seus burros. Agradeço a essas 3 pessoas por trazerem meu nome em um livro!

Agradeço aos meus donos e a Miha por me receberem depois do incêndio e até meu retorno à Picardia / região de Paris. No momento não tenho nenhum plano exceto passar algum tempo em Portugal, por 2019. Atualmente estou imerso na leitura de vários livros do Editions Libre, que certamente guiarão meu futuro …

Écologie en résistance 2

Boas festas de final do ano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *